Não ao preconceito!

by - julho 05, 2014

Decidi vir aqui mostra-vos um video que para mim é super inspirador. Um video que nos mostra a coragem, a valentia, a humildade, o bom coração... de uma actriz que eu admiro. Ellen Page fez um dos discursos de coragem e de força mais tocantes que eu já vi, porque ela diz as frases certas no momento certo. Ela chega ao nosso coração, ela mexe com os nossos pensamentos, ela faz-nos ver a realidade nua e crua do mundo em que vivemos, um mundo onde ser diferente é "pecado".

É horrível pensar no mundo em que habitamos, no século em que vivemos e ver como ainda existem mentes que não se permitem sair daquele pensamento ortodoxo de preconceito. Preconceito, é uma palavra horrível para um sentimento ainda pior, mas pior ainda é saber que vivemos num mundo, onde ao contrario do esperado, tem aumentado o preconceito e as pessoas preconceituosas.
És homossexual, és bissexual, vestes de maneira diferente, és de outra etnia, usas piercings, tens tatuagens, és diferente, então és fonte de pecado, és um pedaço do diabo, tens que "arder no inferno"! Como é que em pleno séc. XXI ainda existem pensamentos destes!
A mim custa-me pertencer a uma sociedade destas, onde não podemos ser o que queremos, vestir-nos a nossa maneira, onde não podemos simplesmente dar a conhecer o nosso verdadeiro ser porque simplesmente vamos ser criticados, julgados, insultados. Não. a serio que não. Critiquem-me por pensar assim, odeiem-me, façam o que fizer e digam o que disserem eu não aceito.
Não aceito viver num mundo onde dizem existir liberdade e depois não nos deixam ser o que queremos nem dizer aquilo que achamos porque vamos ser rotulado e criticados por esta sociedade mesquinha que simplesmente se esquece que cada um é como cada qual e todos temos o direito a sermos o que queremos.
Não aceito viver num mundo onde não podemos ser o que queremos para sermos aceites pela sociedade.
Não aceito fazer parte desta sociedade irracional, mesquinha, preconceituosa.
Não aceito viver neste mundo e ser igual a maioria.
Porque eu sou eu e tenho o direito de ser o que quero.




You May Also Like

0 comentários

Instagram