Guia para um final feliz, Filme vs Livro

by - agosto 08, 2014

Silver Linings Playbook

Como já vos tinha visto, consegui finalmente ver o filme Guia para um final feliz, e como já vos falei da história no post sobre o livro, agora ou dedicar-me mais a falar-vos de algumas diferenças e semelhanças entre os dois.
Alerta spoiler!

O filme começa logo com uma diferença, o amigo do Pat (Bradley Cooper) no livro só aparece mais para meio da história e de uma maneira um pouco diferente(uma cena em que o Pat é atacado e acaba por encontrar a casa do seu amigo ao acaso) que nem sequer aparece no filme, enquanto que no filme aparece logo no inicio no carro a ir para casa com o Pat e a sua mãe (Jacki Weaver), e depois tem que voltar para trás porque ele não tinha tido alta e mais tarde volta a aparecer em casa do Pat, passando a ser um visitante habitual.
Silver Linings Playbook
Desculpem ser um gif, mas eu gosto muito desta parte!!
Houve um pormenor que não foi muito marcado, o facto de o Pat quando chega a casa dar-se conta que não existem mais molduras do seu casamento com Nikki (Brea Bee) nem nenhuma lembrança que retome ao tempo em que ele esteve com ela. Mas acho que isto pode ser explicado pelo facto de no filme Pat se lembrar do que aconteceu e de saber que existe uma restrição que o impede de se aproximar de Nikki e do seu amante  (no livro é o actual marido, mas no filme não nos conseguimos aperceber disso). No livro todas as lembranças vem muito "calmamente"(se isso for possível com Pat!!!), mas a lembrança do dia D ocorre quando assiste a cassete do seu casamento, é aí que tudo ganha sentido na sua cabeça. No filme já é um pouco diferente, ele lembra-se do dia D, mas existe sempre uma coisa em comum, o seu desejo de se aperfeiçoar de maneira a reconquista-la e para tal lê os livros que Nikki lê, é simpático, dá gorjetas generosas, é positivo...
Silver Linings Playbook

Existe um facto que eu não podia deixar de falar, a relação de Pat com o pai (Robert De Niro ). Acho que não está correta, o pai de Pat que eu li e imaginei era completamente diferente, quando vi o Robert De Niro a abraçar o Bradley Cooper logo da primeira vez que se vem fez-me logo ficar pé atrás, e depois toda a relação estabelecida entre os dois está muito mal construída. Era suposto o pai ser um homem duro, que não demonstrava qualquer afecto, que tinha uma má relação com o Pat e a mulher, que só vivia para ver os seus jogos na Tv e que não deixava ninguém aproximar uma garra do seu escritório. E não é isso que vemos no filme, na minha opinião a única parte da sua personalidade que está fiel a livro é o facto de adorar ver os seus jogos na Tv e acreditar que o Pat tem que ver os jogos com ele pois é uma espécie de "amuleto da sorte"
Silver Linings Playbook
Silver Linings Playbook
O incidente que ocorre no estádio também é muito diferente no livro
Não sei porque mas duas das minhas partes preferidas são os jantares, tanto o primeiro em casa da irmã de Tiffany (Jennifer Lawrence) como aquele jantar SUPER romântico entre o Pat e a Tiffany. O primeiro jantar acho que se assemelha bastante ao livro, a camisa do Pat, a personalidade "carinhosa" da mulher do seu melhor amigo, a conversa entre os rapazes até a Tiffany chegar, o momento em que ela entre e a estranha conversa com o Pat(está muito parecido<3) e depois o jantar, gostei de terem feito o mesmo género de conversa, aquela batalha de elogios de maneira a que os solteiros fiquem interessados um no outro. E por fim a conversa do Pat e da Tiffany a porta da sua casa, está muitoooo parecida.
O segundo jantar com ou sem diferenças está muito engraçado, adoro a conversa entre aqueles dois, a sério eles fizeram-me mesmo rir com as suas respostas tão espontâneas e loucas. Mas a parte que segue o jantar junto do cinema (acho que era um cinema) em que após uma descoção ela o defende da policia quando este o acusa e depois quando ele a defende quando o policia se atira a ela devido ao passado dela. Acho que este momento foi super amoroso *-*
Silver Linings Playbook
Silver Linings Playbook

No que diz respeito a parte das aulas de dança a minha única expectativa diferente era que na primeira aula de dança houvesse um momento mais tocante, pois no livro existe um momento que que ouvem uma musica tocante e os dois choram um pouco das suas dores. Fora isso, achei que estava tudo bem e até gostei da parte com o amigo do Pat em que ele vai assistir a aula e lhes dá umas dicas meio "malucas".
No dia do grande espetaculo também existem algumas diferenças, a primeira é que no livro não é um concurso, apenas um recital e depois a Nikki não vai assistir(toda a parte que envolve a Nikki é diferente, eles nunca se chegam a falar outra vez, o Pat apenas a vai ver e nesse momento percebe que já não vale a pena lutar por ela), ou seja, no livro eles não se voltam a falar ao contrario do filme.
Silver Linings Playbook

Apesar de todas estas diferenças gostei muito do filme, se o vir-mos como um só, sem comparações, não está mau, mas ao compararmos os dois acontece que o livro é melhor, tal como é costume. Na minha opinião o livro está escrito de uma maneira que nos cativa, que nos faz ficar viciados na narrativa na esperança de ver o que acontece, faz-nos sentir apaixonados.
Por estas razões e mais algumas não posso deixar de aconselhar o livro e o filme.Ah e mais uma coisa, eu quero melhorar o meu inglês e por isso vi o filme sem legendas de maneira a melhorar a minha compreensão da língua, e aconselho seriamente a todos os que querem melhorar ou que simplesmente gostam de ver os filmes na língua original sem legendas, porque é utilizada uma linguagem e um vocabulário muito acessíveis e de fácil compreensão.
Silver Linings Playbook
Uma ilustração da ultima cena <3

Madalena Castanheira

You May Also Like

0 comentários