If I Stay #livro

by - janeiro 21, 2015

Olááá, então como está a correr este novo ano?? O meu não tem tido o melhor começo, mas mesmo assim podia ser pior ;)


If I Stay, foi o primeiro livro do ano, e por isso vai ser o primeiro post. Eu já comecei o filme, mas ainda não tive tempo de acabar, mas do que vi gostei bastante.( depois vou fazer um post a comparar o filme e o livro, que tal?)

Primeiro que tudo, adorei o livro! Muitas pessoas dizem que é uma historia comum ou sem um conteúdo muito interessante, mas eu fiquei apaixonada do primeiro ao ultimo segundo. 
Mia uma jovem violoncelista que num dia de neve parte no carro com os seus pais e o seu pequeno irmão para visitar os avós, mas aquilo que era algo tão normal, tornou-se na pior situação da vida dela. Mia acorda no acidente e vê imensas pessoas em volta deles, mas ninguém a vê. È então que ela percebe que o corpo dela está em coma, mas ela continua a ver tudo, sem ninguém a conseguir ver.
No hospital percebe que os seus pais morreram. O seu irmão está em estado grave.E ela vai ser transportada para outro hospital.

Médicos e enfermeiros andam em volta dela, e uma simpática medica repete-lhe varias vezes que ela é que vai escolher, se vai ou fica. No meio de toda esta confusão Mia observa os seus avós que vieram a correr visita-la, e muitos outros membros da família, incluindo a sua melhor amiga.
Mais tarde a sua melhor amiga volta com Adam, o amor da vida de Mia, que vai fazer de tudo para conseguir entrar para visita-la.
A historia é contada sobre o ponto de vista de Mia, que vai relembrando vários momentos da sua vida que a marcaram profundamente. Os seu recitais, o seu namoro com Adam, os seus passeios com a família, os momentos com a sua melhor amiga... ao longo do livro vamos ficando a saber como foi a vida dela e tudo aquilo por que passou.

Mia está decidida a partir, pois se os seus país e o seu irmão se foram, o que vai fazer ela? Mas quando Adam chega até ela e lhe pede que fique, que ele faz o que for preciso, que ele a deixa ir se quiser ou que fica ao seu lado se for aquilo que ela deseja. 
Mas que fique.
E ela fica.

Ao longo do livro interrogai-me vária vezes: e se fosse eu? E se perdesse a minha mãe, o meu pai e o meu irmão? O que faria, lutaria para ficar ou simplesmente me deixaria ir?
É difícil pensar nisso, pensar na possibilidade de vê-los partir e saber que não ia poder mais ter as nossas longas conversas, os nossos passeios, os nossos abraços... Imaginar um mundo sem eles,,,
Mas é está a realidade de Mia, uma realidade que não é impossível, e que por isso nos faz por no lugar dela e pensar no que faríamos se estivéssemos na sua situação.

Aconselho o livro a qualquer pessoas,porque a escrita é fantástica, cativante e inspiradora.


Madalena Cruz

You May Also Like

0 comentários